Coração de Sião

Coração de Sião - Outubro de 2013

| Imprimir | PDF 

Compartilhar

Coração de Sião - Setembro de 2013

| Imprimir | PDF 

Compartilhar

Coração de Sião - Julho de 2013

| Imprimir | PDF 

CORAÇÃO DE SIÃO – JULHO DE 2013

 

MENSAGEM AOS JOVENS

            O mês de julho neste ano tem como ponto central a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

Iniciemos então com um trecho da mensagem do Santo Padre Francisco, aos Jovens da Lituânia: “Queridos jovens, o amor de Cristo e a sua amizade não são uma ilusão – Jesus na Cruz mostra o quanto são concretos – nem são reservados a poucos. Vocês encontrarão esta amizade e experimentarão toda a fecundidade e a beleza se as buscarem com sinceridade, vocês se abrirão com confiança a Ele e cultivarão com compromisso a vossa vida espiritual aproximando-se dos Sacramentos, meditando a Sagrada Escritura, rezando constantemente e vivendo intensamente na comunidade cristã. Sintam-se parte da Igreja, comprometidos com a evangelização, em união com os irmãos na fé e em comunhão com os vossos Pastores. Não tenham medo de viver a fé! Sejam testemunhas de Cristo nos vossos ambientes cotidianos, com simplicidade e coragem. A quem encontrarem, aos vossos pares, saibam mostrar, sobretudo, a Face de misericórdia e de amor de Deus, que sempre perdoa, encoraja, dá esperança. Estejam sempre atentos aos outros, especialmente às pessoas mais pobres e mais frágeis, vivendo e testemunhando o amor fraterno, contra todo egoísmo e fechamento. Seja para vocês um apoio nesse caminho a presença materna de Maria, e acompanhe-vos a minha benção, que de coração concedo a todos vocês, estendendo-a a toda a Lituânia”.

Observem que não basta ter fé, é preciso que esta dê frutos. Rezem e sem medo testemunhem, pois este deve ser o fruto de vossa fé. A Sagrada Escritura nos primeiros capítulos do livro do profeta Daniel, apresenta Daniel e outros jovens judeus, escolhidos para serem formados para o serviço do rei. Durante a sua formação, foram provados no alimento, pois “Daniel tomou o firme propósito de não se contaminar com a comida e o vinho do rei, pedindo ao camareiro-mor que lhe fosse poupada esta contaminação.” (Dn 1, 8). Em seguida sua fé foi também provada na adoração, pois “o rei Nabucodonosor mandou fazer uma estátua de ouro com 30 metros de altura e três de diâmetro. Quem não se prostrar e adorar, será imediatamente lançado no meio da fornalha de fogo ardente!” (Dn 3, 1.6) “No mesmo instante alguns babilônios foram ter com o rei e acusaram os judeus”. (Dn 3, 8). “Majestade, tu promulgaste um decreto prescrevendo a toda pessoa que, ao ouvir o som das cornetas, flautas pastoris, cítaras, sambucas, saltérios e flautas duplas e de qualquer outra espécie de instrumentos, se prostrasse em adoração à estátua de ouro; quem não se prostrasse em adoração, seria lançado no meio da fornalha de fogo ardente. Ora, há aí alguns judeus que incumbiste da administração da província da Babilônia, isto é, Sidrac, Misac e Abdênago, e estes homens, ó rei, não fizeram caso de tua ordem”. (cf. Dn 3, 10-12).

Foram questionados pelo rei e assim responderam “De fato, o nosso Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos da fornalha de fogo ardente e de tua mão, ó rei; mas se não o quiser fazer, então fica sabendo, Majestade, que nem assim prestaremos culto aos teus deuses e tampouco adoraremos a estátua de ouro que mandaste erguer!” (Dn 3, 17-18)

Continuando este capítulo vemos que os jovens foram libertos da fornalha e deram testemunho para que o rei, após mandar que os jovens saíssem da fornalha ardente, decretou: Nabucodonosor exclamou: ‘Bendito seja o Deus de Sidrac, Misac e Abdênago que enviou seu anjo e libertou seus servos; puseram nele a sua confiança e transgrediram o decreto do rei, preferindo entregar seus corpos a cultuar e adorar qualquer outro deus senão o seu Deus. Quanto a mim, estabeleço por decreto que toda pessoa, de qualquer povo, nação ou língua que for, que falar com insolência do Deus de Sidrac, Misac e Adbênago, será cortada em pedaços e sua casa será reduzida a escombros. Pois não há outro Deus que possa salvar assim!’ A seguir, o rei promoveu Sidrac, Misac e Abdênago na província da Babilônia”. (Dn 3, 28-30)

  


INTENÇÕES DO MÊS

Neste mês intensifiquemos as nossas orações pela Jornada Mundial da Juventude, consagrando-a ao Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, já que no dia primeiro de julho a Igreja nos chama a esta consagração.

Peçamos pelas intenções do nosso Santo Padre, o Papa Francisco, que estará no Brasil neste mês em função da JMJ e ainda por Dom Orani (Arcebispo do Rio de Janeiro), por nosso bispo e os bispos do mundo inteiro. 

Peçamos ainda pelo nosso Brasil e por todo o povo brasileiro, que hoje lutam desejando um país melhor e mais justo.

Jesus manso e humilde de Coração fazei o meu coração igual ao Vosso!

Sagrado Coração de Jesus, eu espero e confio em Vós!


REZEMOS

Façamos a consagração ao Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo:

Senhor Jesus Cristo, em nome, e com o poder de vosso Sangue Precioso, selamos cada pessoa, fato ou acontecimento através dos quais o inimigo nos queira prejudicar.

Com o poder do Sangue de Jesus, selamos toda potência destruidora no ar, na terra, na água, no fogo, abaixo da terra, nos abismos do inferno e no mundo no qual hoje nos moveremos.

Com o poder do Sangue de Jesus, rompemos toda interferência e ação do Maligno. Pedimos-vos, Senhor, que envieis aos nossos lares e locais de trabalho a Santíssima Virgem Maria, acompanhada de São Miguel, São Gabriel, São Rafael e toda sua corte de santos anjos.

Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos nossa casa, todos os que a habitam (nomear a cada um), as pessoas que o Senhor a eles enviará, assim como todos os alimentos e os bens que generosamente nos concede para nosso sustento.

Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos terra, portas, janelas, objetos, paredes e pisos, o ar que respiramos e na fé colocamos um círculo de seu Sangue ao redor de toda nossa família.

Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos os lugares onde vamos estar neste dia e as pessoas, empresas e instituições com quem vamos tratar.

Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos nosso trabalho material e espiritual, os negócios de nossa família, os veículos, as estradas, os ares, as ruas e qualquer meio de transporte que haveremos de utilizar.

Com o vosso Preciosíssimo Sangue, lacramos os atos, as mentes e os corações de nossa Pátria a fim de que vossa paz e vosso Coração ao fim nela possam reinar.

Nós vos agradecemos Senhor, por vosso Preciosíssimo Sangue, pelo qual nós fomos salvos e preservados de todo mal.

1 Pai Nosso; 1 Ave Maria; 1 Glória.

Sagrado Coração de Jesus eu confio em Vós!

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Coração de Sião - Agosto de 2013

| Imprimir | PDF 

Compartilhar

Coração de Sião - Maio de 2013

| Imprimir | PDF 

CORAÇÃO DE SIÃO – MAIO DE 2013

 

É TEMPO DE ESPERAR E PERSEVERAR...

 

Estamos em um momento desafiador na história da humanidade, pois a cada dia, e momento nos são apresentados contra valores como grandes virtudes. De forma quase geral, homens e mulheres que nos são apresentados como modelos a seguirmos, esses que vivem de forma equivocada, usando os dons recebidos em seu favor, para sua promoção, a partir de uma suposta liberdade, a qual na realidade em muitas situações é na verdade libertinagem.

Diante desta situação, como agir?

Embora as situações que presenciamos, escandalizem àqueles que buscam os verdadeiros valores em favor da moral, da vida, da justiça... É preciso perceber que estamos em um tempo de muita graça, o tempo pascal, centro e princípio de toda a liturgia, e da Igreja, período em que Deus, através de seu Filho se manifesta de forma intensa. Na caminhada deste período, vivemos cinquenta dias de espera do cumprimento da promessa de Jesus aos seus, nos quais eles perseveraram na oração. Os discípulos “reunidos, perguntavam-lhe: ‘Senhor, por acaso será agora que vais restabelecer o reino de Israel?’ Respondeu Ele: ‘A vós não compete saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder. Mas recebereis uma força, o Espírito Santo que virá sobre vós; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, até os confins da terra’”. (At 1, 6-8)

É preciso que tenhamos consciência de que o momento, que é desafiador nos convoca a agirmos não em nosso favor, por nossos próprios interesses, mais em busca de uma nova realidade, pois a promessa: “mas recebereis uma força, o Espírito Santo que virá sobre vós”, também é para nós, é para você que crê, que tem fé!

Se crermos, permanecermos em oração e esperarmos no Senhor, vamos ver que “assim diz o Senhor Deus: Não é por causa de vós que eu ajo, mas por causa de meu santo nome que vós profanastes entre as nações aonde fostes. Santificarei o meu grande nome, profanado entre as nações no meio das quais o profanastes. As nações saberão que eu sou o Senhor – oráculo do Senhor Deus – quando por meio de vós mostrar minha santidade à vista delas. Eu vos tomarei dentre as nações, recolhendo-vos de todos os países, e vos conduzirei à vossa terra. Derramarei sobre vós água pura e sereis purificados. Eu vos purificarei de todas as impurezas e de todos os ídolos. Eu vos darei um coração novo e incutirei um espírito novo dentro de vós. Removerei de vosso corpo o coração de pedra e vos darei um coração de carne. Incutirei o meu espírito dentro de vós e farei com que andeis segundo minhas leis e cuideis de observar os meus preceitos. Habitareis no país que dei a vossos pais. Sereis o meu povo e eu serei o vosso Deus”. (cf. Ez 36, 22-28)

Para concluirmos vejamos a mensagem de Nossa Senhora em Medjugorje do dia 25 de abril de 2013: “Queridos filhos, os convido a serem no espírito um só com o Meu Filho. Os convido de modo que, através da oração e por meio da Santa Missa, quando Meu Filho se une a vocês de modo particular, procurem ser como Ele. A fim de que estejam, como Ele, sempre prontos a cumprir a vontade de Deus e não pedirem que se realize a de vocês. Porque, filhos Meus, pela vontade de Deus vocês são e existem, mas sem a vontade de Deus, vocês são um nada. Eu, como Mãe, os peço de falarem da Glória de Deus com a vida de vocês, porque deste modo vocês glorificarão também a vocês mesmos, segundo a sua vontade. Mostrem a todos humildade e amor ao próximo. Por meio desta humildade e deste amor, Meu Filho os salvou e abriu para vocês o caminho em direção ao Pai Celestial. Eu os peço de abrirem o caminho ao Pai Celestial a todos aqueles que não o conheceram e não abriram o próprio coração ao seu amor. Com a vida de vocês abram o caminho a todos aqueles que estão ainda vagando a procura da verdade. Filhos Meus, sejam os Meus Apóstolos que não viveram em vão. Não esqueçam de que vocês estarão de frente ao Pai Celestial e falarão de vocês mesmos. Estejam prontos! Novamente os advirto: rezem por aqueles a quem o Meu Filho chamou, abençoou as suas mãos e os deu a vocês. Rezem, rezem, rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada”.

 


 

INTENÇÕES DO MÊS

 

Neste mês vamos colocar como primeira intenção a nossa conversão pessoal, sim a nossa, a minha e a sua! Para que tenhamos um coração dócil ao Senhor, para que Ele possa operar em nossos corações todas as transformações necessárias para deixemos as situações que não pertencem a Ele no mundo e nos dediquemos a oração e ao uso de nossos dons e virtudes em favor do próximo.

Que muitos possam fazer uma grande experiência como Igreja, acolhendo os peregrinos que virão para a Semana Missionária que antecede a Jornada Mundial da Juventude.

Ainda pela JMJ – por todas as famílias acolhedoras, voluntários, equipes organizadoras de nossas dioceses e da arquidiocese do Rio de Janeiro, por todos do poder publico 

Jesus eu confio em Vós!

Sagrado Coração de Jesus, eu espero e confio em Vós!


REZEMOS 

 

Rezemos com o profeta Oséias: “Volta, ao Senhor teu Deus, pois tropeçaste em tua falta. Tomai convosco palavras e voltai ao Senhor. Dizei-lhe: ‘Perdoa toda culpa, aceita o que é bom. Queremos oferecer os frutos de nossos lábios’. A Assíria não nos salvará, não montaremos a cavalo e já não diremos “nosso Deus” à obra de nossas mãos, porque é em ti que o órfão encontra misericórdia. Eu curarei as suas apostasias, eu os amarei generosamente, pois minha cólera afastou-se dele. Serei orvalho para Israel, que florescerá como o lírio, lançará raízes como o cedro do Líbano; seus galhos se espalharão, seu esplendor será o da oliveira e seu perfume, o do Líbano. Retornarão os que habitavam à sua sombra, farão reviver o trigo. Florescerão como a videira, sua fama será como a do vinho do Líbano. Efraim! Que tenho ainda a ver com os ídolos? Sou eu quem lhe responde e quem olha para ele. Eu sou um cipreste verdejante, é de mim que procede teu fruto. Quem é sábio, compreenda isto, quem é inteligente, reconheça-o! (cf. Os 14, 2-10)

1 Pai Nosso; 1 Ave Maria; 1 Glória.

Jesus eu confio em Vós!

Compartilhar
Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.