Notícias

Atentado na França: Imã exorta os muçulmanos a protestarem contra extremistas

Imprimir PDF

 

Bandeira da França. Foto: Flickr Francois Schnell (CC-BY-2.0)

 

ROMA, 08 Jan. 15 / 07:23 am (ACI/EWTN Noticias).- A comunidade muçulmana deve levantar-se para expressar o seu desgosto pelo sequestro do Islã realizado pelos criminosos, indicaram dois imãs franceses depois do atentado contra o escritório do semanário satírico “Charlie Hebdo”, em Paris (França), que deixou pelo menos 12 mortos.

O ataque se realizou na manhã de 7 de janeiro, quando os imãs participavam da Audiência Geral do Papa Francisco na Sala Paulo VI do Vaticano como parte de uma visita de quatro dias, organizada pelo escritório para as relações com o Islã da Conferência dos
 Bispos Franceses.

Quatro imãs participam junto ao Presidente do Conselho para as Relações Inter-religiosas, Dom Michel Dubost, em uma visita de três dias a Roma. O propósito desta viagem, de acordo com os organizadores, é dar testemunho das boas relações entre os líderes muçulmanos e a
 Igreja na França.


Esta foi também a primeira vez, desde que se realizam os diálogos entre cristãos e muçulmanos franceses, em que os imãs desse país assistem a uma Audiência Geral para saudar o Papa.


Ao sair de seu encontro com o Papa Francisco, os líderes religiosos muçulmanos foram informados sobre o ataque e fizeram os seus primeiros comentários à imprensa francesa La Croix e I-Media.


Tareq Oubrou, reitor da Mesquita de Bordeaux (França), ressaltou que “é necessário que a comunidade muçulmana se levante” para expressar o “seu desgosto” pelo sequestro do Islã realizado por pessoas delinquentes.


Oubrou destacou que “os muçulmanos estão surpreendidos e cansados. A silente maioria deles se sente como se estivesse sendo sequestrada” pelas ações dos extremistas.

Para o religioso muçulmano, este crime afeta “o Islã e os muçulmanos franceses”.


“Este ato poderia dividir a sociedade e atrasar a assimilação e integração dos muçulmanos na sociedade francesa. Quem se beneficia com este crime? Nem o Islã, nem os muçulmanos. As religiões estão feitas para unir as pessoas, e todo ato que divida a humanidade não é um ato religioso”, disse Oubrou.


O imã acrescentou que o massacre do “Charlie Hebdo” foi o primeiro deste tipo desde a instalação, em 1980, da comunidade muçulmana na França.


Por sua parte, Mohammed Moussaoui, presidente da União de Mesquitas Francesas, assegurou que se sentiu “assustado e surpreso” quando soube da notícia, já que justo tinha rezado com o Papa Francisco “pela paz e fraternidade capaz de consolidar e fortalecer o mundo”, com uma intenção especial pelos cristãos no Oriente Médio.

De acordo com Mossaoui, os muçulmanos franceses são “vítimas duas vezes”, já que por um lado “a religião é explorada por criminosos”, e por outro há uma “tentativa populista de tomar vantagem destas ações criminosas para piorar e reavivar as divisões e temores da sociedade francesa”.


“Se os extremistas continuam duplicando seus esforços e intensificando as suas ações, violência e atrocidades, os muçulmanos devem intensificar sua reação a estes atos bárbaros, às vezes infelizmente cometidos em nome do Islã”, assinalou.

 

Fonte – ACI Digital - Etiquetas: atentado terrorista, França, extremismo

 

 

Compartilhar

Cuba devolve templos que havia roubado da Igreja. Valeu, Papa Francisco!

Imprimir PDF

Cuba devolve templos que havia roubado da Igreja. Valeu, Papa Francisco!

capela_havana

A intervenção diplomática do Papa Francisco no processo de reaproximação dos EUA e Cuba já está rendendo bons frutos para o cristianismo na ilha caribenha. Segundo o Jornal O Globo, Raúl Castro está acelerando a restituição de propriedades da Igreja Católica que haviam sido confiscadas pelo governo, entre elas a capela da antiga Universidade de Santo Tomás de Villanueva, em Havana, e o antigo Colégio dos Padres Jesuítas, em Cienfuegos.

Não se trata de nenhuma mudança retumbante: é um processo discreto e lento. Mas certamente deve ser comemorado! Alguns imóveis já haviam sido devolvidos desde a visita de Bento XVI a Cuba. Na ocasião, o Papa pediu que o governo da ilha respeitasse mais amplamente os direitos humanos, e também pediu o fim do embargo americano. Francisco, portanto, dá continuidade ao trabalho diplomático de seu antecessor e de João Paulo II.

Os imóveis devolvidos à Igreja estão em mau estado de conservação – como, aliás, está quase tudo na grande favela que é Cuba. A citada capela da Universidade de Santo Tomás (universidade esta que pertencia à Igreja) foi saqueada e está sem uma parte do teto. Porém, é bastante provável que os católicos cubanos que vivem nos EUA ajudem a reformar esses espaços. São esses cidadãos, aliás, quem financiarão a construção de uma nova igreja em Cuba,após mais de 50 anos de proibição desse tipo de construção (Fonte: G1).

Como já explicamos (veja aqui), todo governo socialista – mesmo aqueles de países democratas – persegue a Igreja Católica, pois isso está na raiz da filosofia marxista. O socialismo é inimigo de Cristo. Mas, desde o papado de São João Paulo II, a Igreja optou pela via do diálogo com a ditadura cubana. Desde então, o feriado de Natal foi reconhecido na ilha, os católicos ganharam algumas poucas – mas importantes – liberdades e alguns prisioneiros políticos foram soltos.

Quando ainda era cardeal, o Papa Francisco – então Jorge Bergoglio – escreveu um livro em que detona com a Revolução Cubana e com a ideologia socialista. Infelizmente, é um livro pouco conhecido, chamado “Dialogos entre Juan Paulo II y Fidel Castro”. Enquanto vocês não têm acesso a essa aprazível leitura, saboreiem a lembrança desse glorioso momento da história cubana:

fidel_queda

AHAUHAUHAUAHUAAHUAH… (cof! cof!… pausa pra eu respirar um pouquinho…) AHUAHAUHAUAHUHA

Agora em slow motion

slow_motion

Pô, é difícil arrumar mobília nova em Cuba, e o cara ainda arrebenta as cadeiras com a fuça? O que é isso, companheiro?

- See more at: http://ocatequista.com.br/archives/14619#sthash.Llb79bLD.dpuf

Compartilhar

Metas para realizar em 2015

Imprimir PDF

Hoje falaremos sobre como se organizar e planejar seu próximo ano. 2015 está chegando, e com ele carregamos vários sonhos e desejos para se realizar nesse ano que está começando.

Seja qual for seus sonhos e metas para o próximo ano, comece se organizando, seja por um caderninho ou uma agenda. Anote todas as suas metas para 2015, afinal, quando você visualiza, você materializa (já dizia “O Segredo” de Rhonda Byrne). Assim você lista todas suas metas, e é incrível chegar quase ao final do ano e reler essa lista e ver quantas coisas se concretizaram e o que ainda não foi.

Se você quer fazer um curso, faculdade, ou viagem, é bom se planejar financeiramente, por isso anotar seus gastos e ter um controle minucioso da sua vida financeira é fundamental. Corte alguns gastos banais, que no final do mês ou do ano, fazem toda diferença, e isso você só vai perceber anotando, no começo é meio chatinho, mas depois você pega o ritmo.

Hoje em dia tem aplicativos que também facilitam muito esse controle financeiro, se você não quer anotar com papel e caneta, vale a pena! Eu já tentei vários aplicativos, mas sinceramente, nesse aspecto sou muito antiga, pois prefiro o bom e velho lápis e papel.

Não sei se terei uma agenda, talvez uma menorzinha, só para anotar alguns pontos mais importantes do dia. Mas para fazer esse controle financeiro, e anotar alguns itens que não posso esquecer de fazer ou comprar no dia a dia, eu preferi um caderninho, inclusive comprei um bem fofo, para me incentivar ainda mais.

Não se esqueça de ter noção sobre sua realidade, nada de fazer planos como ir à Paris 2 vezes esse ano, se você não tem condições. Sei que esse é um sonho bacana de se ter e nunca devemos parar de sonhar, mas sua meta pode ser algo haver com isso, como exemplo: começar a planejar e pensar na viagem para Paris (seja para 2016/2017).

Para 2015 tenho muitos projetos, primeiramente, quero ser ORGANIZADA, de uma vez por todas. Sempre tendo, começo bem, mas não sei o que acontece, que no meio do caminho me perco. Não é falta de vergonha não, pois acompanho o Vida Organizada há anos, e ele foi minha primeira inspiração para criar meu blog, como também a ser um pouco mais organizada.

Segundo, pretendo fazer outra faculdade e mudar de área profissional. Depois de muito pensar, conversar e refletir, eu decidi fazer Letras (Português/Literatura), e pretendo sim trabalhar como professora, dando aulas, enfim. Estou muito feliz de ter me encontrado, pois confesso que estava perdida, pois me desiludi com a Publicidade, e resolvi que não quero mais isso para minha vida. Sobre essa nova graduação, com certeza vou dividir tudo aqui no blog.

Enfim, esses são só alguns pontos que desejo para meu 2015, que tenho certeza que será um ano MARAVILHOSO, não só para mim, mas como para todos nós!

E você, como se prepara para 2015?

Fonte - Renata Cunha - http://misturadelicada.wordpress.com/tag/como-planejar-suas-metas-para-2015/

Compartilhar

Metas para 2015

Imprimir PDF

Perceberam que estamos quase em 2015 já? 

Pois é, me assusto a cada vez que olho pro calendário! Mas ao mesmo tempo que o ano passou rápido também percebi que muita coisa que eu sonhava se concretizou então deve ser por isso que o tempo pareceu passar bem rápido pois a vontade era de curtir um pouquinho mais!

Também percebi que a maior parte dos meus sonhos se concretizaram por conta da forma de organização que eu resolvi adotar há mais ou menos uns dois anos atrás. Tudo o que eu desejo conquistar sempre coloco em uma lista de objetivos centrais, depois eu divido cada um em tópicos e escrevo ideias e maneiras de como fazer para atingi-los.

Quero fazer um convite à vocês para que experimentem este “exercício” também(caso ainda não façam!) e escrevam suas metas para 2015. É incrível como as coisas parecem acontecer em um curso natural e ao chegar no fim do ano você se surpreende consigo mesma!

Vou mostrar à vocês a forma que eu tenho feito ultimamente e que tem me ajudado bastante. Então separe um caderno, agenda ou até mesmo um espaço no computador para anotar todos os seus sonhos pra 2015 e bora fazer acontecer!

Essa é a estrutura que eu faço para não desistir de alcançar alguma meta que eu tenha, por mais simples que ela seja.

metas-2015-b

Comece escrevendo o nome principal do seu Projeto ou Sonho. (Alguns exemplos: “Mudar de emprego”, “Comprar um apartamento”, “Viajar para a Disney”, “Fazer uma faculdade”, “Perder 10 Kg”, etc.). Em seguida anote os tópicos que farão você conquistar o seu objetivo.

·         Análise da meta em relação à realidade:

Neste tópico faça uma análise se este projeto realmente tem a ver com você. Muitas vezes vemos alguém alcançar aquele objetivo e colocamos como meta pra nós mesmos, mas no fundo sabemos que não precisamos daquilo. Ou muitas vezes algum fator externo como por exemplo o mercado de trabalho impõe certo desafio à você, mas talvez este não seja do seu gosto. Então antes de tudo, pense e repense se é algo que você goste muito e que queira muito mesmo.

·         Prazos realistas:

Este passo é muito importante pois muitas vezes as pessoas desistem dos seus sonhos e acabam frustradas justamente por buscar resultados muito rápidos. Estipule um prazo de acordo com o seu ritmo, não adianta no início acelerar o processo sendo que este não é o seu ritmo de conduzir as coisas pois você se cansará muito mais rápido também.

·         Detalhamento do objetivo:

Nesse tópico você vai definir tudo o que está relacionado ao seu objetivo, tudo mesmo! Se você quer fazer uma viagem por exemplo, detalhe os custos, os lugares que pretende visitar, as compras que pretende fazer e aproveite para estipular quanto você precisará economizar durante cada mês pra atingir o seu objetivo. Mas independente de qual seja o seu projeto, o detalhamento é um dos passos mais importantes pois é dele que você vai tirar as ideias de como deve proceder para chegar ao resultado.

·         Metas visuais:
Essa etapa é muito utilizada pelos adeptos do Feng Shui, mas mesmo que você não acredite muito nessas coisas eu acho muito válido pelo exercício em si. Nesta fase você vai selecionar imagens e/ou figuras que representem cada sonho e os detalhes para alcançá-los. Vale recortar de revistas, imprimir do computador, desenhar, enfim o importante é que você monte um painel em algum lugar que você veja todos os dias como por exemplo um mural no quarto ou no escritório, na geladeira ou até mesmo dentro da sua agenda ou caderno. Uma dica é colocar o prazo estipulado ao lado de cada imagem também. Olhar todos os dias para as imagens acaba reforçando o nosso objetivo e nos dá força para continuar em frente!

·         Ajuda de outras pessoas:

Certos projetos e sonhos precisam de apoio externo, nem que sejam de incentivo pessoal. Então não deixe de dividir o seu sonho com as pessoas certas, aquelas que você confia e sabe que estarão ali para te estimular a ir em frente. Um bom exemplo é quando precisamos perder peso, sozinhos é muito mais difícil, mas se tem os amigos ou a família cobrando e apoiando, consequentemente as nossas forças se renovam! (Só tome cuidado pra não contar às pessoas que não querem o seu sucesso! rs)

·         Foco e concentração:

No meio do percurso vão surgir muitos imprevistos, muitas coisas para te desviar do seu foco. Então esteja sempre analisando quais são estes “sabotadores” e se livre deles o mais rápido possível. O foco é algo extremamente importante e muito difícil de lidar no dia-a-dia, mas tente esquecer dos fatores externos, um bom exemplo é “parar de olhar a grama do vizinho”, como diz o velho ditado a gente sempre acha que a dele é mais verde, porém se quando paramos de fazer isso e olhamos somente para o nosso objetivo, pode ter certeza que até o vizinho se surpreende com a sua “grama”! :D

·         Revisão:
Após um certo tempo é normal que muitas coisas mudem ao longo do caminho. É legal após algum tempo rever o que já evoluiu e o que ainda está parado, e repensar se compensa continuar ou não. Muitos definem isso como fracasso, mas não penso desta forma, a vida é feita de sonhos e objetivos mas a vida vai mudando e alguns deles podem não fazer mais tanto sentido como fazia há 1 ano atrás. Então por que gastar o precioso tempo com algo que já passou? Melhor revisar, continuar com aqueles que permanecem como objetivos reais e quem sabe dar espaço à novos sonhos!

Acho que me empolguei e escrevi demais! hahaha
Não se assustem, quis apenas detalhar bem cada tópico mas na prática é algo bem simples de fazer, ok? ;)

Espero que tenham gostado e se inspirado pra começar as suas metas para 2015!

 

Acompanhe o blog nas redes sociais seguindo:
Twitter 
 Facebook  Instagram  Youtube  Bloglovin

 

 

Fonte - http://comprandomeuape.com.br/2014/11/metas-para-2015.html

Bruna Dalcin 

Designer Gráfica há 12 anos, paulista do Grande ABC. Virginiana nata que sofre com a mania de perfeccionismo. Apaixonada por decoração, reforma (mesmo sendo estressante!) e por projetos de faça você mesmo. Criou o blog em 2010 quando comprou o seu primeiro apartamento (na planta) para dividir sua ansiedade, seus planos e ideias e também o que aprendeu sobre a parte burocrática da compra de imóvel. 
 

Compartilhar

Acordo Estados Unidos - Cuba pode inspirar outros líderes ao diálogo, diz Cardeal Parolin

Imprimir PDF

Cardeal Pietro Parolin. Foto: Flickr UK In Holy See (CC-BY-NC-2.0)

 

Vaticano, 19 Dez. 14 / 09:41 am (ACI/EWTN Noticias).- O Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, comentou sobre o acordo feito entre os Estados Unidos e Cuba para o restabelecimento das relações diplomáticas e reconheceu que o papel do Papa Francisco foi crucial promovendo a “cultura do encontro” entre as partes.

Também observou que a diplomacia eclesial, com o Santo Padre, trabalha pela paz, pela luta contra a pobreza e pela “construção de pontes”.

Em uma entrevista concedida à Rádio Vaticano, o Cardeal recordou o compromisso de longa data da Igreja na disputa entre os Estados Unidos e Cuba pelo embargo comercial, econômico e financeiro que a ilha enfrenta desde 1960.

O Cardeal Parolin também elogiou a iniciativa do Papa de escrever cartas aos presidentes Obama e Castro. Disse que foi a “maneira correta” para superar a distância e aproximar das partes. A seguir a entrevista com o Cardeal a Rádio Vaticano.

 

A cultura do encontro tem aqui seu resultado mais importante?

- Acredito que sim. O Papa disse, em várias ocasiões, algo que eu gosto de repetir: onde há divergências é preciso aplicar o método do diálogo, e se houver mais dificuldades, tem que haver mais diálogo. E se este diálogo for sincero, embora haja diferenças, levará sempre as pessoas a se encontrar e a colaborar, não obstante as diversidades. Acho que isso é um exemplo muito importante desta “cultura do encontro” à qual o Papa convida constantemente.

 

Qual é o compromisso diplomático da Santa Sé e qual papel teve nesta negociação?

- A Santa Sé segue o que o Papa definiu em seu primeiro discurso ao Corpo Diplomático, depois de sua eleição. Ele recordava três pontos: a paz, que sempre foi uma característica fundamental da ação diplomática da Santa Sé; a luta contra a pobreza; e construir pontes.

Neste caso, este "construir pontes" se expressa através da facilitação do diálogo entre as duas partes. A Santa Sé sempre utilizou seus bons intermediários para que as duas partes pudessem se encontrar e chegar a esta conclusão feliz.

 

Cardeal, o senhor conhece muito bem aquelas regiões americanas… Será que as novas relações entre EUA e Cuba poderão influenciar positivamente a área latino-americana?

- Eu acredito e espero. Acredito, porque um passo desta grandeza, certamente, terá reflexos positivos também em toda a região latino-americana; eu espero, porque há certas situações que precisam ser melhoradas e solucionadas. Mas, gostaria de ressaltar um aspecto importante nestas novas relações: a boa vontade e a coragem dos dois líderes. Esta dose de grande coragem, que levou os dois países a chegar a esta conclusão, poderá inspirar outros líderes a trilharem o mesmo caminho do diálogo e do encontro.

 

 

E em relação à Igreja em Cuba?

- Ouvi dizer que os sinos tocaram em Cuba. Isto quer dizer também que a Igreja participou com júbilo deste acontecimento histórico. Acho que este será um passo ulterior que ajudará a Igreja a desempenhar melhor sua missão na sociedade cubana, para a construção de uma realidade cada vez mais solidária e de unidade.

Devemos, realmente, agradecer a Deus por este passo tão importante. Este é um bom sinal e uma ótima notícia, entre as tantas negativas no panorama mundial de hoje. Isso nos diz que o entendimento é possível, que é possível trabalhar juntos e encontrar caminhos de saída às dificuldades que nos separam.

 


Fonte – ACI Digital - Etiquetas: Estados Unidos, Cuba, Diplomacia vaticana

 

 

Compartilhar

Bispos dominicanos: Rejeitamos toda concessão a qualquer tipo de aborto

Imprimir PDF

 Foto referencial Flickr Raphael Lopes Bernardino (CC-BY-NC-SA-2.0)

SANTO DOMINGO, 19 Dez. 14 / 09:43 (ACI/EWTN Noticias).- A Conferência Episcopal da República Dominicana rejeitou nesta quinta-feira a intenção da Câmara dos Deputados de despenalizar através do Código Penal o aborto por estupro, má formação ou incesto –proposto pelo presidente Danilo Medina –, e que seria debatido a partir de fevereiro de 2015.

Em um comunicado divulgado ontem, os bispos assinalaram que a Igreja “nunca deixará de proclamar a sua convicção de que a vida é inviolável desde a sua concepção até a morte natural como estabelece claramente a nossa Constituição Dominicana”.

Nesse sentido, “rejeitamos energicamente toda concessão a qualquer tipo de aborto, tal como manifestamos ao longo destes dias através de diferentes meios e de diversas formas”.

Entre os artigos modificados está o 110, que estabelece que "a interrupção da gravidez praticada por profissionais médicos especializados em estabelecimentos de saúde, públicos ou privados, não é punível caso se esgotem todos os meios científicos e técnicos disponíveis para salvar as duas vidas, até onde seja possível".

Entretanto, acrescenta que "a interrupção da gravidez por causa de estupro, incesto, ou onde há má formação do embrião incompatível com a vida clinicamente comprovada, estarão sujeitos aos requisitos e protocolos que se estabeleçam mediante lei especial".

Diante disso, os bispos indicaram que o artigo 110 “acolhe a nossa posição já que respeita o princípio de esgotar todos os recursos disponíveis para salvar a vida da mãe e da criatura. O possível efeito negativo da interrupção da gravidez seria uma consequência indireta”.

“Entretanto, rejeitamos energicamente o parágrafo agregado ao artigo 110 já que a Igreja defende a vida em toda circunstância. De jeito nenhum, podemos aceitar a pena de morte a uma criatura concebida, ainda que tenha má formação ou proceda de um estupro ou incesto”, expressaram.

Faz uns dias, cerca de 3.500 pessoas, entre católicos e evangélicos, congregaram-se em frente ao Congresso para protestar contra a despenalização do aborto, este ato ocorreu depois que o presidente Medina devolveu ao Parlamento a lei do novo Código Penal Dominicano pedindo que se especifiquem exceções que permitam o aborto no dia 28 de novembro.

Nesse contexto, os bispos publicaram em 3 de dezembro um comunicado pedindo que os legisladores ratifiquem o Código Penal “tal qual foi aprovado por ambas as Câmaras”, e que protege a vida do nascituro. 

 

Fonte – ACI Digital - Etiquetas: Aborto, República Dominicana

 

 

Compartilhar

Papa Francisco: O verdadeiro cristão não tem medo de “sujar as mãos” com os pecadores

Imprimir PDF

Papa Francisco na Missa da Casa Santa Marta / Foto: L'Osservatore Romano

Vaticano, 06 Nov. 14 / 02:11 pm (ACI/EWTN Noticias).- O verdadeiro cristão arrisca sua vida, sua fama e sua comodidade para que ninguém se perca, afirmou nesta quinta-feira o Papa Francisco durante a Missa na Casa Santa Marta, de onde chamou os sacerdotes e fiéis a não terem medo “de sujar as mãos” para ir ao encontro dos pecadores, e a não serem como os fariseus e escribas que para evitar o escândalo ficam “na metade do caminho”.

“O verdadeiro pastor, o verdadeiro cristão tem este zelo interior: que ninguém se perca. E por isso não tem medo de sujar as mãos. Não tem medo. Vai aonde tem que ir. Arrisca sua vida, sua fama, arrisca perder a sua comodidade, o seu status, perder também na carreira eclesiástica, mas é bom pastor. Também os cristãos devem ser assim”, assinalou o Santo Padre durante a sua homilia onde abordou a parábola da ovelha e a moeda perdidas.

Francisco recordou que os fariseus e escribas se escandalizaram porque Jesus “acolhe os pecadores e come com eles”.

“Era um verdadeiro escândalo naquele tempo, para estas pessoas”. “Imaginemos se naquele tempo tivessem existido os jornais”, expressou o Papa.

“Mas Jesus veio para isso: para ir buscar aqueles que se afastaram do Senhor”, afirmou o Papa, e indicou que ambas as parábolas “nos mostram como é o coração de Deus”, pois “Deus não para, não vai só até certo ponto, mas vai até o final, no limite; não para no meio do caminho da salvação. Não diz: ‘Eu fiz tudo, agora o problema é deles’. Ele vai, sai”.

“Os fariseus e os escribas, por sua vez, param na metade do caminho. Eles se importavam somente que o balanço das perdas e ganhos fosse mais ou menos favorável, e ficavam tranquilos. Isto não entrava na cabeça de Deus, Deus não é um negociante, Deus é Pai e salva até o fim, até o limite. O amor de Deus é isso”, assinalou o Papa.

“É triste o pastor que abre a porta da Igreja e fica ali, esperando. É triste o cristão que não sente dentro, no coração, a necessidade de contar aos outros que o Senhor é bom. Mas quanta perversão existe no coração daqueles que se creem justos, como os escribas e os fariseus... É, eles não queriam sujar suas mãos com os pecadores. Lembram-se do que pensavam? ‘Se ele fosse profeta, saberia que ela é uma pecadora’. Usavam as pessoas e depois as desprezavam”, denunciou Francisco.

Por isso, advertiu que “ser um pastor ‘pela metade’ é uma derrota. Um pastor deve ter o coração de Deus, ir até o limite, porque não quer que ninguém se perca”.

“É tão fácil condenar os outros, como faziam os publicanos, os pecadores. É tão fácil, mas não é cristão, eh? Não é comportamento de filhos de Deus. O Filho de Deus vai ao limite, dá a vida pelo outros, como fez Jesus. Não pode ficar tranquilo, protegendo si mesmo: a sua comodidade, a sua fama, a sua tranquilidade. Lembrem-se disso: que jamais existam pastores e cristãos que ficam no meio do caminho!", expressou.

O Papa reiterou que “o bom pastor, o bom cristão sai, está sempre em saída: está em saída de si mesmo, em saída rumo a Deus, na oração, na adoração; está em saída rumo aos outros para levar a mensagem de salvação”.

“Esses escribas, fariseus não sabiam o que significa carregar a ovelha sobre os ombros, com ternura, e reconduzi-la a seu lugar, junto às outras. Essas pessoas não sabiam o que é alegria. O cristão e o pastor do meio do caminho talvez conheçam a diversão, a tranquilidade, mas não a verdadeira alegria que vem de Deus, que vem para salvar! É belo não sentir medo de quem fala mal de nós para encontrar os irmãos e irmãs que estão distantes do Senhor. Peçamos esta graça para cada um de nós e para a nossa Mãe, a Santa Igreja”, concluiu.

 

 

fonte - ACI Digital - Etiquetas: Homilia Papa FranciscoMissa Casa Santa Marta

Compartilhar
Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2017

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.