Coração de Sião - Julho de 2014

EM PRIMEIRO LUGAR O REINO DE DEUS! 


Nos últimos meses, as reflexões do Coração de Sião nos têm levado as orações de certa forma comuns. As primeiras que aprendemos. Neste mês, daremos continuidade, já que a liturgia de julho vai nos apresentar através do Evangelho de São Mateus o Reino de Deus.

“Buscai, pois, em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas de acréscimo”. (Mt 6, 33)

O homem que fixa os olhos unicamente em Deus e em sua Lei, deixando-se guiar pela fé, terá sua vida iluminada pelos valores sobrenaturais e encontrará Deus que é luz, e assim o Seu Reino.

Em nossos dias, a gula, a embriaguez e as preocupações da vida, três tentações que o homem vive no mundo. Atualmente imperam na sociedade a fome do ter mais, a embriaguez do poder sobre o outro e a preocupação da fama cada vez maior. Mas Jesus, o Divino Mestre alerta: “Estai atentos, para que vosso coração não fique insensível”. O dinheiro, o domínio e a fama tornam mente, espírito e coração insensíveis. Em nome desses três fatores as maiores barbaridades são cometidas, se esquece do outro, perde-se o brilho dos olhos inocentes, ofuscam-se os contornos do coração generoso, e fica embaçada a transparência da honestidade e lealdade. Noutra passagem, a palavra de Cristo é incisiva e mostra a orientação para quem ainda se sente amarrado ao transitório da existência: “Não vos preocupeis com a vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem com o vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento e o corpo mais do que a roupa? Olhai as aves do céu; não semeiam nem colhem, nem ajuntam em celeiros. E, no entanto, vosso Pai celeste as alimenta. Ora, não valeis mais do que elas?... Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6,25.26.33). Esta é a verdadeira felicidade: ter as coisas, mas não ser escravo delas. O mundo está a serviço do homem e não o homem a serviço do mundo.

Diante de tudo o que nos foi apresentado até aqui, é preciso que nos examinemos, verificando, como estamos procedendo. Quais os valores que orientam o nosso viver? Valorizamos o que temos, sejam bens móveis ou imóveis, a posição profissional, status social... lembrando que tudo é passageiro? Tudo o que temos, usamos com critério ou estamos nos deixando escravizar?

Para concluir, todos nós em algum momento da vida: sejam todos os dias em nossa casa, no trajeto até o trabalho ou escola, na celebração da Missa, quando ouvimos ou ao assistirmos um programa religioso, rezamos a oração do Pai nosso. Nesta oração dizemos: “... venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa Vontade assim na terra como no céu!”

São Paulo nos diz que o “Reino de Deus não é comida nem bebida senão justiça, paz e alegria no Espírito Santo. Quem serve assim a Cristo, agrada a Deus e goza da estima dos homens. Portanto apliquemo-nos ao que contribui para a paz e mútua edificação”. (cf. Rm 14, 17-19)

Assim que teremos antecipadamente aqui na terra o Reino que pedimos no Pai nosso!

Fonte - Comentários Bíblia Editora Vozes


INTENÇÕES DO MÊS

Coloquemos como intenção para este mês, todos nós batizados, responsáveis pela implantação do Reino de Deus.

Jesus falando aos discípulos “disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura” (cf. Mc 16,15). Nós todos os batizados, discípulos de Jesus, somos responsáveis pelo anúncio do Evangelho e assim pela implantação do Reino de Deus.          

Peçamos ainda por toda a Igreja, pelo Santo Padre o Papa Francisco, nossos bispos, nossos sacerdotes, paróquias com suas estruturas, movimentos, novas comunidades, religiosos e religiosas, que sejam eficazes, no anúncio do Evangelho e implantação do Reino de Deus.

Sagrado Coração de Jesus, eu espero e confio em Vós!


REZEMOS

Rezemos neste mês, procurando meditar de forma profunda e consciente a oração do Pai Nosso: “Pai Nosso, que estais no Céu Santificado seja o Vosso Nome. Venha a nós o Vosso Reino Seja feita a Vossa Vontade, Assim na Terra como no Céu. O Pão-Nosso de cada dia nos daí hoje, Perdoai-nos as nossas ofensas Assim como nós perdoamos a Quem nos tem ofendido E não nos deixeis cair em tentação Mas livrai-nos do Mal”. Amém!

Jesus manso e humilde de Coração fazei o meu coração semelhante ao Vosso!

Rezemos também: Ave Maria, Glória


 

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.