Coração de Sião - Fevereiro de 2013

EIS QUE HOJE PONHO DIANTE DE TI...!

 

Já iniciamos o novo ano, apesar de no Brasil, dizermos que o ano só começa depois do carnaval!

É bom repensarmos este dito popular, assim como tantos outros que aos poucos vão sendo propostos e acabamos por aceitar; e aceitando, assimilamos e passamos a viver em função deles.

Lembremos que a vida não para, o que altera são os ciclos de nossa vida, as horas, os dias, as semanas, os meses, os ano e assim por diante. Tudo passa. É preciso que o nosso olhar sobre a vida e seu tempo não sejam interrompidos pelo que nos apresentam como verdades, pois Jesus nos diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (cf. Jo 14, 6).

Diante de nós, e de nossa permanência aqui na Terra, nos é apresentada a forma correta de viver: “Eis que hoje ponho diante de ti a vida e a felicidade, a morte e a desgraça. Se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que hoje te imponho, amando ao Senhor teu Deus, seguindo seus caminhos e guardando seus mandamentos, suas leis e seus decretos, viverás e te multiplicarás e o Senhor teu Deus te abençoará. Mas se o teu coração se desviar e não escutares, se te deixares arrastar para adorar e prestar culto a outros deuses, eu vos declaro hoje que certamente perecereis. Cito hoje o céu e a terra como testemunhas contra vós, de que vos propus a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe a vida para que vivas com tua descendência, amando ao Senhor teu Deus, escutando sua voz e apegando-te a ele”. (cf. Dt 30, 15-20)

“A atividade humana, o seu agir, do mesmo modo que procede do homem, assim para ele se ordena. De fato, quando age, o homem não transforma apenas as coisas e a sociedade, mas realiza-se a si mesmo. Aprende muitas coisas, desenvolve as próprias faculdades, sai de si e eleva-se sobre si mesmo. Este desenvolvimento, bem compreendido, vale mais do que os bens externos que se possam conseguir. O homem vale mais por aquilo que é do que por aquilo que tem (1). Do mesmo modo, tudo o que o homem faz para conseguir mais justiça, mais fraternidade, uma organização mais humana das relações sociais, vale mais do que os progressos técnicos. Pois tais progressos podem proporcionar a base material para a promoção humana, mas, por si sós, são incapazes de a realizar.

A norma da atividade humana é pois a seguinte: segundo o plano e vontade de Deus, ser conforme com o verdadeiro bem da humanidade e tornar possível ao homem, individualmente considerado ou em sociedade, cultivar e realizar a sua vocação integral”. (cf. GS 35)

É a partir destes e de outros princípios que o Senhor, através da Sagrada Escritura e do Magistério de sua Igreja nos propõem que devemos viver, e assim vivermos bem e nos realizarmos. Por isso o carnaval não pode ser o ponto de partida para o nosso ano; ele está inserido em nossa realidade temporal, mais não apresenta parâmetros dignos para o nosso viver.

Aproveite sim estes dias de carnaval para estar com a família e principalmente ter um encontro com o teu Senhor!  

Que Deus nos abençoe em todo este ano!


INTENÇÕES DO MÊS

Neste tempo novo, que já se iniciou, peçamos ao Senhor que sua presença se faça mais e mais em nosso meio e em nossa sociedade, de forma que nos tornemos mais justos e fraternos.

 

Peçamos ainda pelas famílias, pela Igreja, pelos governantes.

Continuemos a pedir ao Senhor pela JMJ – RIO 2013, e assim por todos os seus organizadores, voluntários, famílias que irão acolher os peregrinos, jovens que vêem ao nosso país para este grande encontro de fé com o nosso Santo Padre o Papa Bento XVI.

Peçamos ainda pelo Papa Bento XVI, nas suas intenções, por sua saúde e pontificado.

Coloquemos também diante do Senhor a nossa Igreja de Petrópolis, nosso bispo, Dom Gregório Paixão e todos os sacerdotes.

E não esqueçamos as vocações, sejam elas: sacerdotais, religiosas ou leigas. Pedindo ao Senhor que envie operários para sua Messe.

Sagrado Coração de Jesus, eu espero e confio em Vós!

REZEMOS 

Rezemos com o Salmo 32 por nossas intenções deste tempo novo: Exultai no Senhor, ó justos, pois aos retos convém o louvor. Ele ama a justiça e o direito, da bondade do Senhor está cheia a terra. Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e pelo sopro de sua boca todo o seu exército. Ele junta as águas do mar como num odre, e em reservatórios encerra as ondas.  Tema ao Senhor toda a terra; reverenciem-no todos os habitantes do globo.  Porque ele disse e tudo foi feito, ele ordenou e tudo existiu. O Senhor desfaz os planos das nações pagãs, reduz a nada os projetos dos povos. Só os desígnios do Senhor permanecem eternamente e os pensamentos de seu coração por todas as gerações. Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus, e o povo que ele escolheu para sua herança. O Senhor olha dos céus, vê todos os filhos dos homens. Do alto de sua morada observa todos os habitantes da terra, ele que formou o coração de cada um e está atento a cada uma de suas ações. Não vence o rei pelo numeroso exército, nem se livra o guerreiro pela grande força. O cavalo não é penhor de vitória, nem salva pela sua resistência. Eis os olhos do Senhor pousados sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua bondade, a fim de livrar-lhes a alma da morte e nutri-los no tempo da fome. Nossa alma espera no Senhor, porque ele é nosso amparo e nosso escudo.  Nele, pois, se alegra o nosso coração, em seu santo nome confiamos. Seja-nos manifestada, Senhor, a vossa misericórdia, como a esperamos de vós.”. (Sl 32, 2. 5-22)

 Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso!

1 Pai Nosso; 1 Ave Maria; 1 Glória.

 

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.