Lectio Divina - Ano B - 2017/2018

21º Domingo do Tempo Comum - 26 de Agosto

| Imprimir | PDF 

Lectio Divina do 21º Domingo Comum Ano B – 26/08/18

Evangelho de São João 6, 60-69

Depois de o terem ouvido, muitos dos seus discípulos começaram a dizer: Essa palavra é dura! Quem pode escutá-lo? Percebendo a murmuração de seus discípulos, Jesus lhes disse: Isto é para vocês uma causa de escândalo? E se vocês vissem o Filho do Homem subir para onde estava antes? É o Espírito que quem dá vida, o corpo a ele se submete. As palavras que eu lhes disse são espírito e vida: mas há entre vocês alguns que não creem. De fato Jesus sabia que desde o princípio quais eram os que não acreditavam e quem o ia entregar. E acrescentou: É por isso que eu lhes disse: Ninguém pode vir a mim se não lhe for concedido pelo Pai. A partir desse momento, muitos dos seus discípulos se retiraram e deixaram de andar com ele. Então Jesus disse aos Doze: E vocês não querem partir? Mas Simão Pedro lhe respondeu: Senhor, a quem iríamos? Tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos e conhecemos que tu és o Santo de Deus. E Jesus falou: Não fui eu quem escolhi vocês, os Doze?   No entanto um de vocês tem um mau espírito. Designava assim a Judas, filho de Simão, o Iscariotes, pois era ele, um dos Doze, quem o iria entregar.   

 1 - L E I T U R A: O que diz o texto?

As pessoas ouviram Jesus falar: A minha carne é verdadeira comida e meu sangue é verdadeira bebida. Entendendo ao pé da letra é claro que espanta. Mas Jesus já pensava na Eucaristia (sua presença no pão e vinho sagrados). Jesus começa a falar de modo misterioso, de maneira que quem não confiava nele nem tinha fé, ficava confuso: Filho do Homem subir para onde estava antes... Então continua a falar de seu Pai... De que Pai falava? Devia pensar quem não estava ainda aceitando Jesus como Filho de Deus. Talvez vendo aqueles ouvintes espantados com o que Ele dizia, Jesus afirma: entre vocês tem gente que ainda não acredita. Quando começaram a ir embora, Jesus pergunta aos doze apóstolos: vocês também não querem ir embora? Foi aí que Pedro toma a frente e faz uma profissão bonita de fé : ...tu és o Santo de Deus... Embora contente com a resposta de Pedro, Jesus diz com tristeza que um deles iria entregá-lo aos judeus que o iriam condenar à morte.

 Perguntas para a leitura:

* Por que as pessoas se espantaram com as palavras de Jesus? Que falaram?

* Que mais Jesus falou sem mesmo responder aos que murmuravam?                          

* Qual foi a queixa de Jesus sobre a reação deles? E por quê?

* Quem pode querer acompanhar Jesus?

* Qual foi a reação dos que não estavam acreditando em Jesus?

* Qual foi o desafio que Jesus dirigiu aos apóstolos?

* Que disse então Pedro?

* Qual foi a reação de Jesus sobre um dos apóstolos? Quem era ele?

 2  –  M E D I T A Ç Ã O :

*  Que colocação de nossa religião acho difícil de seguir em minha vida?

* Que penso e faço quando percebo que a vontade de Deus está difícil de cumprir?

* O que é mais forte em mim: meus sentimentos ou minha razão guiada pela fé? 

* Acredito mesmo que Deus me escolheu para uma vida melhor e seguir o que Ele pede de mim?

*  Como provo acreditar que Cristo é o Filho de Deus e Senhor de minha vida?

* Quando acho que estou traindo Jesus em minha vida? O que faço então?

 3.  O R A Ç Ã O:

Tenho algumas vezes em minha vida duvidado de minha fé: Quando sinto que Deus me chama para algum trabalho, penso mais em que isto vai me custar. Peçamos ao Espírito Santo que desde já, sem saber o que Deus quer de mim, eu me disponha a aceitar o que me será pedido. Nossa Igreja pede-nos às vezes atitudes mais corretas que não gostamos de seguir.

 Que Deus me dê a coragem de segui-lo, sem mas, sem quem sabe, vou ver... Quero dizer sempre SIM, como Maria, sem perguntar: como vai ser? Digamos a Cristo: Como contaste com os apóstolos, podes contar conosco para realizar teu plano de salvação das pessoas que precisam de tua luz, de teu amor. Queremos colaborar também.. Agradeçamos a Deus por Ele querer contar conosco. Que o sofrimento seja a graça que me faça verdadeiro discípulo seu.

 4   –  C  O  N  T  E  M  P  L A Ç Ã O:  

Imaginemos Cristo pensando em todas as pessoas de nosso tempo: o que estão precisando para seu verdadeiro bem? Nós mesmos com Jesus, coloquemos diante de nossos olhos as pessoas que conhecemos. Quem está precisando ouvir Jesus, receber dele as graças para seu bem espiritual? Como muitos santos, coloquemos diante de nossos olhos as pessoas com quem convivemos: que posso fazer por elas? Que meios devo usar para que conheçam melhor Jesus e o sigam ?      

 Que mais poderia eu ter feito por ti? Que mais poderia eu te dar? É a fala de Deus sobre nós e sobre muitas pessoas.

5 - A Ç Ã O:

Propostas pessoais:

* Quero reconhecer Jesus todos os dias de minha vida. Vou me propor como iniciar o dia com uma oração pessoal que ponha Jesus no centro do que faço.

* Encontrar quais são os momentos em que tenho medo de seguir o que Jesus pede de mim. Buscar ajuda a um diretor espiritual que me oriente a encontrar os caminhos para que a fé no Senhor seja mais sólida.

Propostas comunitárias:

* Procurar saber como posso ajudar outras pessoas a buscar conhecer a vontade de Deus e procurar segui-la.

* Como parte da Grande Missão da Igreja, nós nos comprometamos a ensinar a outros a descobrir a vontade de Deus sem medo de sofrer por causa disso.

 

Fonte – Diocese de Petrópolis

Compartilhar
Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2018

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.