Como saber se você não está sendo piedoso o suficiente

pixabay

Jesus deixou bem claro que a falta de piedade é tão problemática quanto ser religioso demais

Recentemente, escrevi o artigo: “Como saber se você está sendo piedoso em excesso”(clique aqui para ler).

Como prometido, aqui está o meu acompanhamento: como você sabe quando não está sendo piedoso o suficiente.

Primeiro, Jesus deixou bem claro que a falta de piedade é tão problemática quanto ser religioso demais. Ele repetidamente nos pede para “vigiar e orar” e disse para “orar e não desanimar”. Quanto? Ele passava a noite toda em oração.

Ele quer que sejamos o sal da terra e a luz do mundo, o que só acontece através da oração – e se as pessoas não gostam disso, Ele diz que somos abençoados por sua “perseguição”.

Por outro lado, ele disse: “Quem tem vergonha de mim e das minhas palavras nesta geração sem fé e pecaminosa, o Filho do Homem terá vergonha quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos”.

Portanto, é importante ser piedoso – provavelmente mais piedoso do que somos agora. Você sabe que não é piedoso o suficiente se tem medo de colocar um crucifixo na parede.

Em 1991, servi como guia de um padre albanês que, depois de anos em confinamento solitário por sua fé, estava fazendo uma excursão de angariação de fundos pelos Estados Unidos.

Estávamos tendo uma visita agradável a uma casa albanesa quando ele, de repente, começou a desafiar furiosamente a família. “Vocês não têm crucifixo nas paredes! Por que nenhum crucifixo? Como as pessoas sabem que vocês são católicos? A polícia, eles levaram nossos crucifixos. Nós os escondemos para que pudéssemos mantê-los. Homens morreram por seus crucifixos nas paredes e aqui na América, você não tem nenhum?

Eu observaria que o problema oposto pode ser facilmente encontrado em alguns lares: muitas imagens religiosas nas paredes podem deixar as pessoas não religiosas desconfortáveis ​​e pouco dispostas a se aproximar de nós.

Mas, entre o muito e o nenhum acho que eu escolheria o muito.

Você sabe que não é piedoso o suficiente se tem medo de parecer religioso na frente dos outros. Você faz o sinal da cruz e ora com sua família antes de comer? E quando você está em um restaurante?

Sempre que eu evitava rezar em um restaurante era porque achava que isso ofenderia os outros – mas depois descobri, em uma auto-reflexão adicional, que o que realmente tinha medo parecia estranho, não ofensivo.

Você pode não ser piedoso o suficiente se tiver certeza de que é uma pessoa bastante virtuosa. Não é incomum ler a autobiografia de um grande santo e encontrar um lugar onde ele ou ela afirma estar entre os maiores pecadores do mundo. Quando São Paulo fez isso em suas cartas, não era falsa humildade. Os santos sabem o quanto são abençoados e o quanto se espera deles – e sentem profundamente suas falhas.

Por outro lado, encontro pessoas o tempo todo cuja reação à confissão é: “O que eu confessaria? Eu não sou tão ruim.” Ore mais. Leia mais a Bíblia. Você encontrará muito o que confessar. Falando nisso, você sabe que não é piedoso o suficiente se você tiver algo diferente de oração como a principal prioridade do seu dia.

Eu sei como é isso. Você decide orar logo pela manhã, mas depois verifica as manchetes, o Facebook ou o YouTube. Você planeja um Rosário para depois do jantar, mas pratos e telefonemas acontecem, e o rosário nunca!

Isso não significa que você está ocupado demais para rezar; significa que escolhe outras coisas no lugar da oração.

Você pode não ser piedoso o suficiente se não seguir os preceitos da Igreja. Os preceitos da Igreja são o “mínimo indispensável” que um católico deve fazer, de acordo com o Catecismo. Eles incluem ir à Missa todos os domingos e nos dias santos e confessar-se uma vez por ano, no mínimo. Mas eles também significam abster-se de carne toda sexta-feira e doar dinheiro para suprir as necessidades da Igreja.

Você pode não ser piedoso o suficiente se ignorar os pobres. O ponto principal de servir a Deus, no relato do Juízo Final de Jesus, é servir aos pobres. Comentando sobre como Jesus acolhe aqueles que atendem aos necessitados e rejeita aqueles que não atendem, o arcebispo Charles Chaput disse: “Eu já disse muitas vezes ao longo de muitos anos que se ignorarmos os pobres, iremos para o inferno: literalmente”.

Essa é uma impiedade na qual os piedosos podem cair. “A Hora Santa antes da Eucaristia deve nos levar a uma ‘hora santa’ com os pobres”, disse Madre Teresa. “Nossa Eucaristia é incompleta se não nos faz amar e servir aos pobres.”

Então, ore por mais piedade.

É um dos sete dons do Espírito Santo – e estes sempre produzem os frutos do Espírito Santo, que incluem alegria, paciência e paz.

Fonte - Aleteia - https://pt.aleteia.org/2019/09/23/como-saber-se-voce-nao-esta-sendo-piedoso-o-suficiente/

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.