Coração de Sião - Julho de 2019

2019 - ANO DO JUBILEU DA COMUNIDADE SIÃO - 25 ANOS

“O amor à Virgem Mãe de Deus”

Com o mês de julho entramos no segundo semestre de 2019, neste mês, tempo comum, muitas memórias são celebradas, porém a que nos chama a atenção é a de Nossa Senhora do Carmo, celebrada no dia 16 de julho.

A história da Igreja nos apresenta uma linda página marcada pelos homens de Deus, mas também pela dor, fervor e amor à Virgem Mãe de Deus.

Carmelo (em hebraico, “carmo” significa vinha; e “elo” significa senhor; portanto, “Vinha do Senhor”): este nome nos aponta para a famosa montanha na Palestina, donde o profeta Elias e o sucessor Elizeu fizeram história com Deus e com Nossa Senhora, que foi prefigurada por primeiro numa pequena nuvem (cf. 1 Rs 18,20-45).

Estes profetas foram “participantes” da Obra Carmelita, que só vingou devido à intervenção de Nossa Senhora, pois a parte dos monges do Carmelo que sobreviveram (século XII) da perseguição dos muçulmanos, chegaram fugidos na Europa e elegeram São Simão Stock como seu superior geral; este, por sua vez, estava no dia 16 de julho intercedendo com o Terço, quando Nossa Senhora apareceu com um escapulário na mão e disse-lhe: “Recebe, meu filho, este escapulário da tua Ordem, que será o penhor do privilégio que eu alcancei para ti e para todos os filhos do Carmo. Todo o que morrer com este escapulário será preservado do fogo eterno”.

A tradição nos conta que São Simão Stock recorria à Maria sem cessar, com muito fervor, pedindo-lhe que manifestasse sua proteção aos carmelitas e que não deixasse morrer a Ordem que nascera para honrá-la e imitá-la. Sua oração chegou ao coração materno de Nossa Senhora...

Vários Papas promoveram o uso do escapulário e Pio XII chegou a escrever: “Devemos colocar em primeiro lugar a devoção do escapulário de Nossa Senhora do Carmo – e ainda – escapulário não é ‘carta-branca’ para pecar; é uma ‘lembrança’ para viver de maneira cristã, e assim, alcançar a graça duma boa morte”.

Hoje, em nossos dias, vemos que muitas pessoas sem o conhecimento necessário, usam o escapulário, sem a devida devoção, que nos deve levar a imitação, obediência e submissão à Nossa Senhora. Quando o utilizamos como um adorno, como um amuleto, a promessa de Nossa Senhora não se realizará.

Vejamos, pois que Nossa Senhora, ao dar o escapulário para São Simão Stock, quis simbolizar a proteção que exerceria sobre todos os membros da Ordem. Os carmelitas, de sua parte, também viram no uso do escapulário uma maneira externa de manifestar a razão principal de suas vidas: revestirem-se das virtudes de Maria.

É este o fundamento da devoção ao escapulário: pedir a proteção de Maria, empenhando-se em imitar sua vida, procurando praticar as mesmas virtudes que ela praticou. 

FONTE - https://santo.cancaonova.com/santo/nossa-senhora-do-carmo/ - https://padrepauloricardo.org/blog/o-escapulario-de-nossa-senhora-do-carmo 


INTENÇÕES DO MÊS

Todos os meses nos colocamos diante do Senhor, com toda a Igreja, para interceder, rezando pelas intenções do Santo Padre, o Papa Francisco: Neste mês de junho o Santo Padre pede pela evangelização dos sacerdotes, para que, com a sobriedade e humildade da sua vida, se empenhem numa solidariedade ativa para com os mais pobres.

E ainda neste mês que celebramos do Sagrado Coração e Imaculado Coração de Maria, rezemos pedindo a intercessão de Nossa Senhora e São Miguel para que protejam a Igreja de seu inimigo, o diabo, que busca a divisão.

Sejamos constantes, perseveremos, pois nos diz o Senhor: “pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto. Porque todo aquele que pede recebe”. (cf. Mt 7, 7-8)

Coloquemos ainda nas nossas intenções os cristãos, perseguidos e martirizados, em todo o mundo.

Por nosso Brasil, que tudo esteja sob a ação da justiça Divina.

E ainda que todos os cristãos se voltem para o Senhor e sejam testemunhas, como filhos de Nossa Senhora e obedientes a ela, busquem a unidade e a paz.

Sagrado Coração de Jesus, nós esperamos e confiamos em Vós! 

 


REZEMOS

Entreguemos nossas intenções, a intercessão de Nossa Senhora do Carmo, rezando:

Pai de bondade, o teu Filho Jesus foi vítima de uma tremenda injustiça, no desejo de morte que os seus adversários tinham para com Ele. Hoje, tantos irmãos e irmãs nossos são vítimas da injustiça, de falsos julgamentos. Tantos procuram ser favorecidos por causa do seu poder e influência. Senhor, converte o nosso coração à verdade e a uma vida íntegra, à semelhança de Jesus. Pedimos-te que o teu Espírito Santo seja o guia de todos os que administram a justiça, para que esta seja um reflexo da tua verdade no mundo.

Jesus manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao Vosso.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

Fonte - https://redemundialdeoracaodopapa.pt/rezar-com-o-papa/intencoes/2019/7

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2019

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.