Coração de Sião - Maio de 2018

 

 Olhou para a humildade de sua serva

Chegamos a maio, mês dedicado a Virgem Maria desde o século XIII, por uma primeira iniciativa do rei Afonso X, de Castela e León, na Espanha. A partir de então, começam a surgir práticas devocionais no sentido de homenagear à Virgem Santíssima. Aos poucos, o mês vai tomando um aspecto mariano que se consolida no séc. XVIII, com a publicação de obras como a do padre jesuíta A. Dionisi, que pode ser considerado o iniciador do mês mariano.

Este mês é repleto de festas, dedicadas à Nossa Senhora: 13 de maio celebramos a primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima. A visitação de Nossa Senhora à sua prima Isabel é celebrada no dia 31 de maio (quando neste ano será celebrado Corpus Christi). E por ser Maria, a Mãe de Deus e nossa, o mundo cristão comemora o Dia das Mães no segundo domingo, rogando-lhe que defenda, proteja e auxilie todas as mães em sua difícil missão.

A devoção à Virgem Maria quer destacar o papel fundamental dela, de Medianeira de todas as graças, intercessora permanente do povo de Deus, modelo para as mães cristãs, pura e santa, sempre pronta e disposta a fazer a vontade de Deus. É um tempo por excelência para as noivas se casarem e consagrarem seus casamentos à Ela, é o mês de rezar o Rosário e a Sua bela Ladainha lauretana.

Todos deveriam, em especial as mulheres, ter essa jovem Maria, como modelo, por ser ela mulher virtuosa, tendo a humildade como base de todas as virtudes. Virtude que pode ser observada quando, já grávida, “partiu apressadamente” (cf. Lc 1, 39) para visitar a sua prima Isabel, pois, sabendo da gravidez de sua prima idosa, vai ajudá-la nos seus afazeres domésticos, e “lá permaneceu até se completar o tempo do nascimento” (Lc 1, 56).

Ao encontrar sua prima, a criança “pulou no ventre de Isabel” (Lc 1, 41), e cheia de alegria disse: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1, 42) e Maria respondeu com a seguinte oração: “Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade de sua serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem”. (cf. Lc 1, 47-50).

Assim como Maria, denominada pela Igreja Nossa Senhora, se fez serva humilde, quando do anuncio do anjo Gabriel, possamos nós, cada um de nós, nos abrirmos à vontade do Senhor, sob a intercessão de Nossa Senhora, a Serva humilde e obediente que através do seu Sim nos deu o Salvador!    

Fonte - https://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2016/01/26/as-devocoes-da-igreja-para-cada-mes-do-ano/


INTENÇÕES DO MÊS

Neste mês de maio, unidos ao Papa Francisco e a toda a Igreja, coloquemos como intenção das nossas orações:

 Pela missão dos leigos: que os fiéis leigos realizem a sua missão específica colocando a sua criatividade ao serviço dos desafios do mundo atual.

E ainda, precisamos continuar, pedindo pelas intenções da CF 2018 e por todas as situações de violência, falta de paz, pobreza e fome no mundo. De modo muito especial peçamos pelas crianças e idosos.

Peçamos por todos os cristãos, para que saibam se reconhecer filhos de Nossa Senhora e obedientes a ela, busquem a unidade e a paz.   

Imaculado coração de Maria, sede a nossa salvação.

Sagrado Coração de Jesus, nós esperamos e confiamos em Vós!


REZEMOS

 

Rezemos neste mês dedicado a Nossa Senhora, pedindo a intercessão do seu Imaculado Coração!

Ó Sagrado Coração de Maria, sempre Virgem e Imaculada na sua santíssima Conceição!
Coração o mais santo, o mais puro, o mais perfeito, o mais nobre, o maior que a mão Onipotente do Criador formou em uma pura criatura: princípio inexaurível de graça, de bondade, de doçura, de misericórdia e de amor, modelo de todas as virtudes, imagem perfeita do Coração adorável de Jesus Cristo; Vós vos abrasastes sempre na mais ardente caridade: Vós só amastes a Deus mais que todos os serafins, mais que todos os santos juntos. Vós só destes mais glória á Trindade Augusta pelo menor dos vossos afetos, do que lhe têm dado e que lhe podem dar todas as outras criaturas pelas mais heroicas ações. Prostrado diante de Vós, Coração sagrado da Mãe de misericórdia, eu vos tributo o culto mais profundo que vos é devido: dou-vos graças pelos benefícios, que tenho recebido da vossa maternal bondade. Vós sereis, ó Coração amabilíssimo, Vós sereis de hoje em diante, depois do Coração do vosso amado e divino Filho, o objeto da minha veneração, do meu amor e da minha mais eterna devoção.
Vós sereis o caminho por onde irei ao meu Salvador, e por vós é que eu receberei as suas graças e misericórdias: sereis o meu refúgio nas aflições, a minha consolação nas penas, e o meu socorro em todas as necessidades. Assim seja.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso!

 

FONTE – www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/oracao-ao-sagrado-coracao-de-maria.html

 

 

 

 

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2018

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.