Coração de Sião - Novembro de 2017

Bem-aventurados vós, os pobres! 

Chegamos ao final de mais um ano! Novembro, penúltimo mês do ano, dedicado às almas do Purgatório, pois, assim como a Igreja procura santificar o ano todo celebrando a cada dia os Santos do dia, ou as festa e solenidades especiais, também a cada mês do ano a Igreja dedica uma devoção particular. A escolha da devoção mensal é feita com base em algum acontecimento histórico ou alguma celebração litúrgica especial. O Dia de Finados, no dia 2 de Novembro, é dedicado às orações por todos os fiéis falecidos. O Papa Paulo VI, na “Constituição das Indulgências”, de 1967, estabeleceu indulgências parciais e plenárias pelas almas do purgatório, e determinou a semana de 1 a 8 de novembro como a semana das almas, em que podemos lucrar indulgências plenárias a elas mediante uma visita ao cemitério para rezar por elas, tendo se confessado, comungado e rezado pelo Papa (Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai). As almas, por elas mesmas não podem conseguir sua purificação; dependem de nossas orações, missas, esmolas, penitências, etc., por elas.

“Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus! Bem-aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis saciados!” (cf. Lc 6, 20 - 21)

Outro tema de relevância para este mês, é o dia dedicado ao Pobre, instituído em 2016, pelo Papa Francisco através da carta apostólica – Misericordia et misera. Neste ano de 2017, será celebrado no domingo dia 19 de novembro.

Esta celebração foi inspirada na conclusão do Ano Santo da Misericórdia, que aconteceu no domingo, dia 20 de novembro de 2016, e, particularmente, no ‘Jubileu das Pessoas Excluídas Socialmente’, celebrado no Vaticano no dia 13 de novembro de 2016, quando foram fechadas as Portas Santas em todas as catedrais e santuários do mundo.

Disse o papa Francisco: “Intuí que, como mais um sinal concreto deste Ano Santo extraordinário, se deve celebrar em toda a Igreja, na ocorrência do XXXIII Domingo do Tempo Comum, o Dia Mundial dos Pobres”, escreve Francisco, na carta apostólica ‘Misericordia et misera’, com a qual marca o final do Jubileu.

Explicou que vê nesta nova celebração a “mais digna preparação para bem viver a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo”, domingo seguinte, que encerra o ano litúrgico, evocando a sua identificação com os “mais pequenos e os pobres”

Este dia quer ajudar as comunidades e cada batizado a “refletir como a pobreza está no âmago do Evangelho”

“Não podemos esquecer-nos dos pobres: trata-se de um convite hoje mais atual do que nunca, que se impõe pela sua evidência evangélica”, sustenta.

Francisco defende que “não poderá haver justiça nem paz social” enquanto “Lázaro (nome dado por Jesus a um pobre numa das suas parábolas) jazer à porta da nossa casa”.

Esta iniciativa pretende ainda “renovar o rosto da Igreja” na sua ação de conversão pastoral para que seja “testemunha da misericórdia”.

O Papa deixa votos de que a Igreja Católica saiba dar vida a “muitas obras novas” que manifestem essa misericórdia, indo ao encontro dos que padecem a fome e a sede, “sendo grande a preocupação com as crianças que não têm nada para se alimentar”. 

Fonte - https://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2016/01/26/as-devocoes-da-igreja-para-cada-mes-do-ano/

e https://noticias.cancaonova.com/especiais/pontificado/francisco/papa-francisco-institui-dia-mundial-dos-pobres/


INTENÇÕES DO MÊS

Neste mês de novembro, unidos ao Papa Francisco e a toda a Igreja, coloquemos como intenção das nossas orações:

Pelos cristãos na Ásia, para que, testemunhando o Evangelho com palavras e obras, favoreçam o diálogo, a paz e a compreensão recíproca, sobretudo com aqueles que pertencem a outras religiões”.

Por todas as situações de violência, falta de paz, pobreza e fome no mundo. De modo especial pelas crianças

E peçamos também ao Senhor, neste mês dedicado as almas que estão purgatório, que o amor a Deus, ainda fraco ou tíbio, se fortaleça para eliminar qualquer desordem ainda existente, e assim abrevie o tempo delas no purgatório e logo elas possam contemplar a Face do Senhor.

Sagrado Coração de Jesus, nós esperamos e confiamos em Vós!


REZEMOS 

Rezemos que este mês pelas almas que estão no purgatório:

Lembramos que a melhor oração pelas as almas do purgatório é a SANTA MISSA. Ela é a perpetuação do sacrifício de Cristo, e com a SANTA MISSA obtemos do Pai as graças de que necessitamos ou de que necessitam nossos irmãos.

ORAÇÃO - “Senhor e Deus onipotente, suplico-vos que, pelo Santíssimo Corpo e Preciosíssimo Sangue que vosso Divino Filho, na noite de Sua Paixão, deu em comida e bebida a seus apóstolos e deixou a toda Igreja em sacrifício perpétuo e salutar alimento dos fiéis, livreis as almas do purgatório e, em especial, a mais devota desse mistério de amor, para que, por ele, Vos louve com o Vosso divino Filho e com o Espírito Santo na eterna glória. Amém.

Três Pai-Nosso, Três Ave-Marias e Três Glórias.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso!

Façamos nossa profissão de fé rezando o Credo.

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2018

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.