22° Domingo do Tempo Comum - Ano A - 03 de Setembro de 2017

Texto Bíblico - Evangelho de São Mateus 16, 21-27

Jesus começou a manifestar a seus discípulos que precisava ir a Jerusalém, sofrer muito da parte dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto mas ressuscitaria ao terceiro dia. Pedro então começou a protestar: Que Deus não permita isto, Senhor! Isto não vai acontecer com o Senhor. Jesus voltando-se para ele, disse-lhe: Afasta-te de mim, satanás. Tu és para mim uma pedra de tropeço. Teus pensamentos não são de Deus, mas dos homens. Em seguida, Jesus disse a seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque quem quiser salvar sua vida, vai perdê-la. Mas quem perder sua vida por minha causa vai ganhá-la. Que adianta à pessoa ganhar o mundo inteiro, se vem a prejudicar sua vida? Que é que a pessoa pode dar em troca de sua vida? Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai com seus anjos e então recompensará a cada um segundo o que fez. Em verdade eu lhes digo, muitos dos que aqui estão não verão a morte, sem que tenham visto o Filho do homem voltar na majestade de seu reino.

1 - L E I T U R A

Jesus fala que deve ir a Jerusalém. Sofrerá por parte dos donos da terra e do dinheiro: os anciãos. Por parte dos donos da religião: os sumos sacerdotes. E por parte dos donos da verdade: os doutores, os professores da lei. Eles representavam o poder econômico, religioso e ideológico que massacrava o povo e eliminava os que pensavam diferente. Cristo diz que será morto por essa elite, o tribunal supremo dos judeus. Só depois disso tudo é que ele ressuscitará no terceiro dia. A reação de Pedro não se faz esperar. Repreende Jesus: Deus não te permita tal coisa, Senhor! Que isso nunca te aconteça. Pedro nunca poderia aceitar tal destino para o “seu Senhor”. Jesus, seguindo a vontade do Pai, quer fazer-se servo.Pedro seguindo a vontade humana, quer vê-lo sempre “Senhor”. Queremos sempre fabricar um Jesus segundo nossos caprichos! Para sermos cristãos, temos de aceitar o que Jesus é e o que Ele quer que sejamos. A resposta dura de Jesus a Pedro ensina que apesar de sofrimentos temos de seguir a vontade do Pai. E as exigências para ser seu discípulo: renúncia a toda ambição pessoal, mesmo a custo da própria vida. Nossa vida deve estar sempre nas mãos de Deus. Como está a do seu Filho. Aceitar e tomar a cruz: confiança total em Deus que saberá retribuir-nos com algo maior.

* Porque Cristo quis falar já agora sobre os sofrimentos que teria?       

* Quem eram as pessoas que o fariam sofrer? E por que?

* Por que Pedro reagiu assim?

* Cristo não foi duro demais com a posição de Pedro?

* Que sentido tem ganhar a vida, perder a vida por Jesus?

* Que espera Jesus de seus seguidores diante do que possa acontecer? 

2 – M  E  D  I  T  A Ç  à O

* Quando decide fazer algo, você se pergunta: é isto o que Deus quer de mim?

* Que é que penso e faço quando percebo que não é vontade de Deus?

* Porque tenho medo de decidir seguir o que Deus pede de mim?

* Tenho coragem de apresentar o que se deve fazer mesmo sabendo da reação contrária?

* Que mais dificuldade temos para cumprir a vontade de Deus?

3 – O R A Ç Ã O

Pensemos: tenho muitas vezes sido como Pedro: Quando sinto que Deus me chama para algum trabalho, penso mais em que isto vai me custar. Peçamos ao Espírito Santo que desde já, sem saber o que Deus quer de mim, eu me disponha a aceitar o que me será pedido. Que Deus me dê a coragem de segui-lo, sem mas, sem quem sabe, vou ver... Quero dizer sempre SIM, como Maria, sem perguntar: como vai ser? Digamos a Cristo: como contaste com os apóstolos, podes contar conosco para realizar teu plano de salvação das pessoas que precisam de tua luz, de teu amor. Queremos colaborar também.. Agradeçamos a Deus por Ele querer contar conosco. Que o sofrimento seja a graça que me faça verdadeiro discípulo seu.

4 – C O N T E M P L A Ç Ã O

Imaginemos Cristo pensando em todas as pessoas de nosso tempo: o que estão precisando para seu verdadeiro bem? Nós mesmos com Jesus coloquemos diante de nossos olhos as pessoas que conhecemos. Quem está precisando ouvir Jesus, receber dele as graças para seu bem espiritual? Como muitos santos coloquemos diante de nossos olhos as pessoas que com quem convivemos: que posso fazer por elas? Que meios devo usar para que conheçam Jesus e o sigam?

Que mais poderia eu ter feito por ti? Que mais poderia eu te dar? é a fala de Deus sobre nós e sobre muitas pessoas

5 - A Ç Ã O

Propostas Pessoais              

* Quero reconhecer Jesus todos os dias de minha vida. Vou me propor como iniciar o dia com uma oração pessoal que ponha Jesus no centro do que fazemos.

* Encontrar quais são os momentos em que tenho medo de seguir o que Jesus pede de mim. Buscar ajuda a um diretor espiritual que me oriente a encontrar os caminhos para que a fé no Senhor seja mais sólida.

Propostas Comunitárias

* Procurar saber como buscamos conhecer a Vontade de Deus e procurar segui-la.

* Como parte da Grande Missão da Igreja nós nos comprometamos a ensinar a outros a descobrir a vontade de Deus sem medo de sofrer por causa disso.

 

 

Fonte - Diocesee de Petrópolis

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2017

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.