6° Domingo da Páscoa - ANO B - 06 de maio de 2018

TEXTO BÍBLICO: Evangelho de São João 15, 9 – 17

Jesus disse: Assim como meu Pai me amou. Eu também amei vocês: permaneçam no meu amor. Se vocês obedecem aos meus mandamentos, permanecerão no meu amor, assim como eu obedeci aos mandamentos do meu Pai e permaneço em seu amor. Eu disse isso a vocês para que minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa. O meu mandamento é este: que vocês se amem uns aos outros, assim como eu amei vocês. Não existe maior amor do que dar a vida por seus amigos. Vocês são meus amigos, se fizerem o que eu estou mandando. Eu já não chamo vocês de empregados, pois o empregado não sabe o que faz o seu patrão. Eu chamo vocês de amigos, porque eu comuniquei a vocês tudo o que ouvi de meu Pai. Não foram vocês que me escolheram, eu é que escolhi vocês. Eu os destinei para ir e dar fruto e para que seu fruto permaneça. O Pai dará a vocês qualquer coisa que pedirem em meu nome, o que eu mando é isto: que vocês se amem uns aos outros.

O que diz o texto

Jesus conversando com seus discípulos vêm falando sobre Deus seu Pai, como Ele o ama muito, como são unidos: um faz o que o outro faz. Deus Pai se interessa por todos que querem seguir Jesus. Domingo passado já falou da união dele com o Pai e de nós com ele na imagem do tronco da videira e de seus ramos. Agora nos pede que obedeçamos ao que Ele nos pedir como Ele obedece ao Pai e segue tudo o que o Pai deseja. Para criar maior confiança chama-nos de amigos. Em seu tempo os empregados obedeciam às ordens e só sabiam o que deveria ser feito quando o patrão falava. Jesus aproveita esta maneira de agir para dizer que entre Ele e nós não deve ser assim. Tudo o que Ele sabe ou ouve de seu Pai Ele nos comunica. E vai mais adiante: Ele não nos encontrou por acaso, Ele quer ser nosso amigo sempre, ele nos escolheu como amigos. E nos ajuda a viver fazendo ações boas. Para concluir nos promete atender a todo o pedido que fizermos ao Pai em seu nome. Por fim dá a razão de tudo o que ele deseja que sejamos e façamos: mostrar e viver querendo o bem a todos, amando-os sinceramente.

l – L E I T U R A

·          Como é a relação entre Jesus e Deus seu Pai?

·          Por que devemos nos amar uns aos outros?

·          Que quer dizer dar a vida pelos outros em nossa família, no trabalho, na comunidade?

·          Por que Jesus faz comparação entre o empregado e o patrão?

·          Que é que Cristo quer dizer com: vocês são meus amigos?

·          Que é que Cristo espera de nós seus amigos?

·          Que Jesus promete fazer quando pedirmos algo a Deus Pai?

·          Que é que Jesus espera que sejamos uns para os outros?

2 – M E D I T A Ç Ã O

·          Como é a maneira de Jesus nos amar?

·          Como podemos ter a certeza de que amamos a Cristo? Que devemos fazer?

·          Como eu posso provar que sou mesmo amigo de Cristo?

·          Como me comporto como empregado no sentido que Cristo fala?

·          Para que Jesus nos chamou, nos escolheu?

·          Que é que Cristo deseja que seja nossa convivência com as pessoas?

3 – O R A Ç Ã O

Chegou à hora de responder ao Pai, é o momento de abrir nosso coração a Jesus e deixar-nos guiar por seu Espírito, dirigindo-lhe a oração que vem de nosso coração.

Senhor apresento-me diante de Ti para te louvar, e te dar graças por teu amor por nós. Obrigado por me amar, por me escolher. Obrigado por ensinar-me o que queres de mim, obrigado por ser meu amigo, obrigado por me mostrares o caminho a seguir para te agradar.

Dá-me Senhor um espírito como o teu, para poder fazer tua vontade, dá-me Senhor forças para cumprir teus mandamentos.

Dá-me forças para remover de mim tudo o que me convida a não te seguir, tudo que me chama a não ser como tu.             Senhor sou teu e te amo. Ajuda-me a amar a todos como irmãos de verdade. Amém.

4 - CONTEMPLAÇÃO

Contemplemos a Jesus que nos convida a ser um com Ele e repitamos algumas vezes: Senhor, sou teu e te amo... Senhor sou teu e me deixo amar por ti...

Senhor quero ser um só contigo... Senhor sou teu e te amo...

Quero preparar-me para receber teu Santo Espírito... Envia-me Senhor teu Espírito.

Esta semana, cada vez que estivermos em oração, repitamos esta frase: "Senhor sou teu e te amo..." "Envia-me Senhor teu Espírito...”.

5 – A Ç Ã O

Propostas pessoais         

·        Estudar os mandamentos que Cristo nos deixou, e à luz deles ver em quais pontos devo melhorar; fazer um propósito de mudança.

·        Que cada uma de nossas ações seja iluminada pelo Espírito de Deus, e sempre perguntemos: Qual seria a melhor maneira de agradar a Deus neste momento?    

Propostas comunitárias

·                Estudar em grupo os mandamentos de Cristo e os mandamentos da Igreja para poder compará-los com nossas ações.

·                Saber de todos os membros do grupo: Qual é a melhor maneira para deixar-se guiar pelo Espírito de Deus? Que ações devemos realizar para poder levar uma vida guiada no Espírito de Cristo?

 

 

Fonte – Diocese de Petrópolis

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2018

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.