Coração de Sião - Fevereiro de 2014

DE QUEM É A RESPONSABILIDADE?

Com a celebração da Festa do Batismo do Senhor Jesus no mês de janeiro, encerrou-se o tempo litúrgico do Natal e teve início o tempo comum.

O nosso Santo Padre, o Papa Francisco, na homilia da Celebração da Santa Missa desta Festa, nos disse: “Jesus não tinha necessidade de ser batizado, mas os primeiros teólogos dizem que, com o seu corpo, com a sua divindade, no Batismo abençoou todas as águas, para que as águas tivessem o poder de dar o Batismo. E depois, antes de subir ao Céu, Jesus nos disse ‘para ir a todo o mundo e batizar’ (cf. Mc 16,15). E daquele dia até o dia de hoje, esta foi uma sequência ininterrupta: batizavam-se os filhos e os filhos depois aos filhos, aos filhos… E hoje também esta sequência prossegue. Estas crianças são o elo de uma sequência.

Vocês pais, hoje têm um menino ou uma menina para batizar, mas depois de alguns anos serão eles que terão uma criança para batizar ou um netinho… É assim a sequência da fé!

O que quer dizer isto? Eu gostaria de dizer-vos somente isso: vocês são aqueles que transmitem a fé; vocês têm o dever de transmitir a fé a estas crianças. É a mais bela herança que vocês deixarão para elas: a fé! Somente isto. Hoje levem para casa este pensamento. Nós devemos ser aqueles que transmitem (transmissores) a fé. E pensem nisto. Pensem sempre como transmitir a fé às crianças.

Hoje canta o coro, mas o coro mais belo é este das crianças, que fazem barulho… Algumas choram, porque não estão confortáveis ou porque têm fome: se têm fome, mamães dêem a elas de comer! Tranquilas, hein! Porque elas são aqui as protagonistas. E agora, com esta consciência de ser aqueles que transmitem a fé”. (cf. Homilia do Papa Francisco Festa do Batismo do Senhor Capela Sistina Domingo, 12 de janeiro de 2014).

Quando o Papa fala e repete várias vezes o termo “sequência”, ou seja, continuidade, pais e também padrinhos, devem recordar o dia em que vossos filhos (ou afilhados), (crianças que são o elo de uma sequência) foram batizados, pois neste dia vocês se comprometeram com Deus, a serem transmissores da fé, quando o celebrante (padre, diácono...) perguntou: “Caríssimos pais: pedistes o Batismo para o vosso filho. Deveis educá-los na fé, para que, observando os mandamentos, amem a Deus e ao próximo, como Cristo nos ensinou. Estais conscientes do compromisso que assumis? E vocês Pais responderam: Sim, estamos.

E aos padrinhos, o celebrante também os interrogou: E vós, padrinhos, estais decididos, a serem transmissores da fé, a ajudar os pais desta criança (elo de uma sequência) nesta sua missão? Padrinhos, ao mesmo tempo: Sim, estamos.

Então vocês têm o dever de transmitir a fé a estas crianças que são seus filhos ou afilhados.

Deus os abençoe e os fortaleça, tenham coragem, nesta importantíssima e grande missão que é educar na fé!


INTENÇÕES DO MÊS

Diante de uma sociedade descrente, com muitos desajustes e desequilíbrios, se torna cada vez mais urgente que existam famílias que tenham seu relacionamento fundamentado na fé.

Peçamos então ao Senhor que ajude sempre e de modo especial neste tempo, aos pais e padrinhos a serem verdadeiros testemunhos de fé e assim transmissores desta mesma fé para seus filhos (ou afilhados).

Também peçamos por aqueles que celebram os batizados, e ainda por todos os que preparam os pais e padrinhos para o rito do Batismo, através das pastorais responsáveis por este.

E ainda devemos pedir ao Senhor por todas as crianças que foram e que serão batizadas, para que ao receber a graça do Batismo, possam com a ajuda de seus pais e padrinhos caminhar na fé. 

Sagrado Coração de Jesus, eu espero e confio em Vós!       


REZEMOS

Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, fonte de toda a vida e do amor, que sois glorificado nas alegrias e angústias dos pais e manifestais a novidade das vossas maravilhas no nascimento dos filhos, e que no seu segundo nascimento para a vida eterna, revelais a vossa inefável fecundidade em Jesus Cristo, dignai-Vos atender, benignamente, as súplicas do pais e da Igreja, e envolvei todas crianças no vosso amor. Não permitais que elas continuem sob o domínio do pecado, mas, porque vêm de Vós, acolhei-as com bondade no reino do vosso Filho. Pelo poder do Espírito Santo e pela água que preparastes para purificar e renovar a vida, e que, no Batismo de Cristo, Vos dignastes santificar para o nascimento sobrenatural dos homens, fazei que as crianças, batizadas no mistério da paixão e ressurreição de Cristo, possam tornar-se vossos filhos adotivos e membros da Igreja, e venham a gozar, para sempre, do vosso convívio, com o Filho e o Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém! (cf. Ritual Romano - Celebr. Batismo das Crianças)

Jesus manso e humilde de Coração fazei o meu coração semelhante ao Vosso!

Reze: Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.